Blog

Melhore e acelere sua navegação na internet

Há um termo simples e importante, mas ainda ignorado por muitos internautas: o navegador ou browser.

Atualize seu Navegador

Atualizar seu navegador aumenta sua velocidade de acesso e segurança, além de trazer sempre novos recursos que melhoram sua experiência na internet. Clique no botão ao lado e obtenha a versão mais atual de seu navegador.

O navegador é a ferramenta que comunica o seu computador com a rede mundial. Na hora de acessar a internet, a escolha do nevegador faz toda a diferença e, mantê-lo atualizado, é definitivamente importante. Apesar de existirem padrões a serem seguidos, cada navegador possui características específicas que podem melhorar a sua experiência na internet.

Analizando os três navegadores que mais se destacam na atualidade, o Mozilla Firefox, o Google Chrome e o Microsoft Internet Explorer, podemos ver diferenças importantíssimas nos resultados.

Primeiro, o que as pessoas costumam considerar o mais importante: a velocidade

Nesse conceito, o Firefox 3.5 revoluciona: abre páginas com até o dobro da velocidade de sua versão 3.0. Além disso, lançamentos periódicos de atualizações garantem contantes melhoras no desempenho. O Chrome fica em segundo, mas, como é uma ferramenta nova em relação aos adversários, mostra que tem potencial nesse sentido. Já o Internet Explorer que fica em último, foge a luta apresentando seus próprios comparativos ridiculamente inválidos já que são feitos com versões antigas do Firefox (3.0) e Chrome (2.0).

O segundo conceito que as pessoas podem notar é a compatibilidade

O Firefox e o Chrome que possuem iniciativas colaborativas, ou seja, usuários podem sugerir, modificar e até codificar partes do navegador, acabam funcionando melhor que o Internet Explorer que possui padrões próprios de interpretação definidos pela Microsoft. Devemos notar no entanto que páginas de sites muito antigos funcionam melhor no Internet Explorer, uma vez que este era o navegador dominante da década passada. Contudo, tecnologias mais atuais, como efeitos gráficos e de interação com o usuário só funcionam de forma realmente correta no Firefox e (quase sempre) no Chrome.

Outro conceito fundamental a ser avaliado é a segurança

Você ativa seu firewall, possui às vezes mais de um anti-vírus instalado e executando e no entanto, de acordo com o seu navegador, você pode acabar participando involuntariamente de ataques que podem prejudicar seus sites favoritos, além de empresas e pessoas no mundo todo.

É, pessoas podem ser afetadas por ataques vindos da internet. Estranho não? Mas isso fica bem claro quando se lê, por exemplo, essa notícia do Google que informa sobre um ataque à informações confidenciais de ativistas dos direitos humanos e que foi causado, entre outras coisas, graças à uma das várias falhas graves de segurança do Internet Explorer. O Chrome não possui informações disponíveis sobre sua política de segurança e, só informa sobre suas falhas de estabilidade, sua dificuldade de execução (após algum tempo de utilização, abrir o Chrome exige muito do seu processador) entre outros problemas. Já o Firefox se destaca novamente devido à sua rapidez na solução de eventuais problemas, uma vez que pertencendo à uma iniciativa livre, possui colaboadores do mundo todo empenhados em melhorá-lo a cada dia.

O último conceito chave a ser considerado é a capacidade de personalização

A equipe do Internet Explorer alega que ele já tem tudo o que você precisa. Mas tenha certeza de que usuários do Firefox que possuem mais de 6.000 complementos disponíveis e o Chrome que possui mais de 1.000 extensões irão discordar completamente desse modo de pensar da Microsoft. Com o Firefox você adiciona ferramentas que podem ajudar a organizar sua vida, nas atividades pessoais e profissionais. O Chrome inicialmente não oferece recursos muito sólidos nesse sentido, mas podemos esperar boas inovações direto do time Google.

Resumindo, o Firefox se apresenta como o melhor navegador em todos os pontos que mais importam para você. O Chrome também possui muito do que os usuários precisam e já assumiu a preferência de muita gente. O Internet Explorer possui defeitos intoleráveis que, apesar de não serem visíveis inicialmente, prejudicam os internautas que o utilizam. Mas àqueles que são fãs do famoso IE, ainda resta uma última alternativa: atualizar a versão 8, que é bem melhor que as versões intragáveis que a precederam. A dica principal é estar sempre atento às atualizações do seu navegador preferido.

Referências importantes:

Campanha Atualize Seu Navegador
http://www.microsoft.com/brasil/windows/internet-explorer/default.aspx
http://www.google.com.br/chrome
http://www.mozilla.com/pt-BR/firefox/
http://googlebrasilblog.blogspot.com/2010/01/uma-nova-abordagem-para-china.html
http://olhardigital.uol.com.br/digital_news/noticia.php?id_conteudo=10375&/FALHA+NO+IE+PODE+TER+CAUSADO+ATAQUE+AO+GOOGLE

Atualize seu Navegador Firefox

Gostou do post? Comente.

O papel das mascotes na construção da marca

imagine-mascoteMuitas pessoas torcem o nariz quando ouvem falar, acham brega ou popular demais, mas é inegável o papel essencial que as mascotes têm como ferramenta para a construção de marcas.

Em um momento em que as médias e grandes corporações parecem criar em torno de si (mesmo sem a intenção) um ar cada vez mais frio e impessoal, distante da realidade de seu público, o objetivo das mascotes é justamente quebrar esse ar de impessoalidade, dar à empresa uma “cara” que cative seu público.

Não é preciso muito esforço para lembrar-se de casos de sucesso na utilização desse recurso. Como imaginar a Sadia sem o peru que se tornou parte integrante de sua identidade? Ou a marca de salgadinhos Cheetos, sem a chita (cheetah em inglês) que é sua marca registrada, está sempre presente em suas embalagens e é tão famosa quanto a própria logo?

São inúmeros os exemplos de ações semelhantes que funcionaram, mas é preciso ter cuidado ao utilizar esse tipo de artifício, pois em alguns casos é desaconselhável. Empresas elitizadas, com perfil de produtos sofisticados, não combinam com esse tipo de ação. Entretanto, para lojas de perfil popular a idéia ainda se mostra bastante válida.

Além disso, é necessário seguir alguns critérios no momento de sua criação:

  1. A criação de uma mascote deve ser tão bem planejada quanto qualquer outra estratégia de comunicação, afinal poderá se tornar um desastre se mal executada.
  2. Deve-se pensar, antes de sua criação, qual imagem deseja transmitir ao público, afinal tudo comunica o sorriso, a postura do boneco, as cores e o tipo de traço com o qual será representado.
  3. A mascote deve sempre possuir algo que lembre a empresa, sejam as cores de sua logomarca ou até mesmo algo relacionado à sua personalidade.
  4. Nunca se deve fazer uma mascote inspirada no dono da empresa. Busque, em vez disso, alguma característica que represente sua marca, seja um referencial ao nome ou a alguma característica da personagem propriamente dita.
  5. A postura da mascote é muito importante, visto que esta representa a personificação da empresa. Nesse sentido, personagens sorridentes, simpáticas, com ar de confiança são bastante aconselhados.

E você, acha válida essa estratégia? A utilização de mascotes ainda é funciona nos dias de hoje? Opine no blog da Imagine.

Um site de sucesso

 

ganhar-dinheiro-com-site

Como muitos já sabem, para que um negócio possa ter destaque no mercado é fundamental que tenha um site.

Esse canal de acesso ao negócio, pela internet, deve receber bem o visitante desde a porta de entrada até os compartimentos finais. Assim, aqui vão algumas dicas a respeito de o que um bom site deve conter além de uma “boa cara”:

Página personalizada

Existem muitos templates (modelos de site) com baixo custo ou até mesmo gratuitos disponíveis na internet. Entretanto, se o negócio promete ser algo diferenciado no mercado, o ideal é que a arte do site seja personalizada de acordo com as características que melhor o identificam. As animações em flash devem ser utilizadas com moderação para que o site não fique tão “pesado” na hora de carregar.

Conteúdo

Um site deve oferecer conteúdo interessante voltado para seu público alvo. Quando oferece material que agrada seu visitante ao mesmo tempo adquire confiança para torná-lo um futuro cliente e para fidelizar os que já o são. Além de fazer com que o usuário permaneça mais tempo navegando pelo site.

Navegabilidade

A forma como a informação estará disponível no site deve ser planejada, para que o visitante possa se guiar sozinho, no sentido de encontrar facilmente aquilo que procura.

Google

É indiscutível a importância dos mecanismos de buscas na internet, especialmente o Google. Um negócio pode render bastante quando bem posicionado nas pesquisas desse buscador. Para isso são utilizadas diversas técnicas de otimização no site, como a escolha de um bom domínio, uso de palavras-chave, dentre outras.

Os links patrocinados do Google, que são anúncios pagos também podem ser bastante interessantes para gerar uma maior quantidade de visitas ao site.

Outra ferramenta do Google de fundamental importância é o Google Analytics, com ele é possível medir uma série de dados importantes, como número de visitas no site, tempo de permanência, dentre outras.

Um site bem planejado e bem executado certamente terá um maior destaque e sucesso na rede.

Gostou do post? Comente.

Fonte da imagem: blog.beruby.com

O uso do YouTube como ferramenta didática

mascote-youtube

Ano passado, eu e uma amiga, apresentamos um artigo no Intercom – Curitiba que tratava do uso do YouTube como ferramenta didática especificamente em nosso curso na universidade.

Verificamos que, a maioria dos professores entrevistados, acessava o site pra fazer buscas de vídeos relacionados aos assuntos das aulas e os utilizavam para que os alunos tivessem uma melhor visualização do conteúdo abordado.

Com as leituras a respeito, observamos que muitos autores defendem que está cada vez mais difícil ministrar aulas seguindo exclusivamente os métodos tradicionais de ensino. Por isso muitos professores preferem buscar nas novas tecnologias ferramentas que possam ser suas aliadas nas salas de aula, no sentido de integrar o ensino à realidade “tecnológica” dos alunos.

Na ocasião em que o trabalho foi apresentado, discutiu-se a possível dispersão que a utilização de vídeos poderia causar. Acredito que esse problema só ocorrerá se o profissional da educação não souber integrar os conteúdos e “dosar” a quantidade de apresentações de vídeos em sala de aula, tudo em excesso é prejudicial.

O YouTube é uma ferramenta incrível e quando bem utilizada pode gerar aulas muito mais dinâmicas e interessantes.

Confira o artigo na íntegra em: www.intercom.org.br e deixe aqui sua opinião.

Até logo!

08 de janeiro de 2010

Por: Ana Clara Alves

Correntes de internet feitas via e-mail. Incomodam ou agradam?

mouse_corrente

Fonte da imagem: faloeufalatu.blogspot.com

Resolvi escrever este post hoje porque esta semana já recebi diversos e-mails com correntes que não me agradam muito, na verdade não me agradam nunca. Já criei até um e-mail alternativo para receber essas correntes e promoções de sites legais que nos “forçam” a informar o e-mail, hehe.

O fato e o chato é que muitas dessas correntes são encaminhadas por amigos, que as suportam e acreditam que também as suportaremos. Aí fica difícil pedir “Amigo, por gentileza, utilize meu e-mail alternativo para mandar essas mensagens chatas e deixe este apenas para as coisas úteis”. Até já tentei dizer isso sutilmente, mas ficou uma situação desagradável.

Enfim, isso tudo é para dizer que, se você vai mandar correntes por e-mail, verifique se as pessoas que vão receber possuem o mesmo hábito, pois, caso não possuam, são grandes as chances de a mensagem ser diretamente excluída e você ainda ficar com fama de o “chato das correntes”.

Se você também costuma receber essas correntes, deixe aqui sua opinião, seu comentário.

Até mais!

06 de janeiro de 2010

Por: Ana Clara Alves

Imagine Comunicação Digital

Av. Treze de Maio, 1116, Sala 1901, Fátima | CEP: 60040-530 | Fortaleza - CE - ver no mapa | Google+

Telefone: +55 (85) 3032-9525 | Email: atendimento@imagineseusite.com.br | Siga nas redes:

© Imagine Comunicação Digital