Como melhorar a visibilidade de conteúdos antigos

conteudoantigo

Na "carreira" de um blogueiro, sempre existem aqueles textos que são melhores e mais bem aceitos pelos leitores: recebem mais visitas e sempre estão na ativa. Aqui, por exemplo, eu nunca deixo de citar os posts principais sempre que possível. São esses tipos de posts antigos que precisam ser otimizados. Os textos mais importantes do seu blog geralmente recebem um alto índice de visitas, principalmente dos mecanismos de busca. Esses texto ainda podem ser melhor otimizados, para que você possa aproveitar ao máximo essa capacidade de geração de tráfego que tais posts antigos (ainda) podem proporcionar.

» Curta a página da Imagine no Facebook

Estas técnicas envolvem um pouco de SEO e de reescrita dos seus posts antigos, mas nada que lhe tome mais do que 20 a 40 minutos para cada texto. Conheça, aqui, as principais técnicas que você pode usar para melhorar seus posts antigos seguindo uma linha de pensamento única e fácil de incrementar. Vou colocar tudo em formato de passo-a-passo, assim ninguém irá se perder ou ficar com preguiça de dar pelo menos uma otimizada em um pequeno post antigo!

Obs.: Antes de tudo, pode ser interessante você já pegar um texto antigo de seu blog para ir seguindo os passos aqui descritos e aprendendo um pouco mais com tudo isso, colocando em prática agora! Considere um texto que já receba algumas visitinhas do Google, que seja bastante comentado e também passível de ser mais otimizado (principalmente para subir de posições nas pesquisas do Google, se ainda não estiver na primeira).

Já falei sobre Otimização de Palavras-chave aqui várias vezes. Geralmente, quando escrevemos um texto não damos muita importância em descobrir quais as palavras-chave que mais tráfego geram em pesquisas no Google e que, possivelmente, possam ser atraídas para nosso post. Assim, na hora de reotimizar um post antigo, você pode acabar descobrindo novas palavras-chave para utilizar, muito mais atraentes do que as já utilizadas.

1 – Otimizar palavras-chave
Para fazer isto, vá à Ferramenta de Palavras-chave do Adwords e faça algumas pesquisas por sinônimos das palavras-chave que você utilizou em seu texto antigo. Tenha também a certeza de que você pode ficar bem posicionado nas pesquisas para estas palavras-chave que está escolhendo. Faça uma rápida pesquisa no Google a analise o On Page SEO dos links das primeiras posições e algumas informações como PageRank e quantidade de links apontando para a página.

2 – Reescrever o Texto
Agora, pegue a melhor palavra-chave que você encontrou fazendo o exercício anterior (mas que tem capacidades de atingir a primeira posição para sua pesquisa) e incorpore-a nas seguintes partes do seu post antigo:

  • Título;
  • Introdução;
  • Último parágrafo;
  • Meio do conteúdo (o máximo de repetições que puder, contanto que o seu texto permaneça com uma boa leitura).
  • Subtítulos (se houverem).
  • Para textos longos (500+ palavras), pode-se usar até mesmo 5 a 10 repetições da palavra-chave principal. Mas aí vai de você: se o seu blog for pessoal, uma tarefa como esta pode tornar-se inviável para certos textos (mas isso não quer dizer que você não pode, pelo menos, escolher uma palavra-chave principal um pouco melhor e colocá-la em alguns pontos do seu post antigo, ou substituir as palavras-chave já existentes para melhores).

3 – Revisão do artigo
Sempre que estiver reescrevendo um post antigo seu, leia-o inteiro, novamente. Assim, poderá encontrar alguns (ou vários!) erros de ortografia ou concordância dentro deles, que podem ter passado despercebidos enquanto você estava escrevendo.

Então, aproveite que está seguindo o segundo passo e busque por erros de ortografia em seus textos. Assim seus leitores terão um conteúdo muito melhor para lerem. Além disto, alguns estudiosos de SEO dizem por aí que erros de ortografia contam (para piorar) na hora dos buscadores analisarem a qualidade de sua página e isto influencia, também, em seu rankeamento.

4 – Links apontando para artigos antigos
Depois de fazer a otimização de palavras-chave dentro do seu texto, vá atrás de outros textos seus que possam ter um conteúdo idêntico ou semelhante ao texto que está melhorando agora. Então, tente criar links apontando para este texto, utilizando sua palavra-chave principal como âncora ("linkando" esta palavra-chave e fazendo-a apontar para este post antigo que está sendo melhorado). Experimente angariar 5 novos links (ou mais, se quiser) apontando para o seu texto a ser melhorado. Outra alternativa é a de melhorar os Posts Relacionados de seu blog, fazendo-os ficarem o mais relacionados possíveis.

Links internos aumentam muito o poder de um texto, pode ter certeza!

5 – Publicar em redes sociais e agregadores de conteúdo
Agora vamos atrás de links externos para o seu texto: cite-o nas principais Redes Sociais e Linkadores, principalmente nas que dão Links Follow para o seu texto, como o Link-Me, do Marcus Aragão. Envie para todas as Redes Sociais e Linkadores que ainda não utilizou. Procure submeter seu post antigo para 5 a 10 sites deste tipo e, se não tiver mais opções em português, vá para as Redes Sociais em inglês

6 – Incrementar o conteúdo
Eu tenho a certeza de que, sempre que passar em um post antigo (que foi escrito há pelo menos 3 meses atrás), você encontrará muita coisa para incrementar: ideias adicionais, bases para criar sessões novas e assim por diante.

Por isso, dê uma otimizada no conteúdo do seu post antigo e, também, aproveite para rankear para algumas novas palavras-chave, caso venha a criar uma nova sessão importante dentro de seu texto. Para isso, faça uma nova pesquisa de palavras-chave (volte ao primeiro passo) e encontre algumas fáceis de rankear (mas que tragam algum tráfego). Afinal, é algo secundário a se atingir, tal como um bônus e, por isso, não podem ser muito difíceis de rankear.

7 – Links para outros blogs
É isso mesmo: já que incrementou o seu conteúdo, também pode citar alguns links relacionados que estejam em outros blogs. Assim, você estará fazendo uma tarefa adicional, à ideia de angariar links para seus textos, explicada no quinto passo, porque provavelmente terá um novo trackback no blog em questão, que pode até ser Follow.

Além disso, sua relação com o blogueiro linkado certamente crescerá, e ele pode vir a comentar em seus textos por conta desse mimo. E não pense que você perderá muitas visitas linkando outros blogs. Esta ideia já caiu por terra faz tempo. É só fazer o link, abrir em uma nova janela ou aba e este problema estará solucionado rapidamente.

8 – Monetizar ou fidelizar?
Já que o seu post poderá se sair melhor do que já se sai, pode ser interessante direcionar estes novos visitantes para lhe trazerem um dinheirinho a mais, não é mesmo? Afinal, nenhum blogueiro vive apenas de escrita.

Encontre alguns anúncios ou campanhas que sejam semelhantes ao seu blog ou produtos (do Submarino ou de sua Loja Online do Mercado Livre, por exemplo) que você possa relacionar e criar links de texto dentro do seu próprio post. Assim, os visitantes terão produtos relacionados diretamente ao assunto que estão lendo. Esta é a melhor técnica de monetização atual, e deve ser ampliada para todo o seu blog, também.

Se não quiser dar uma otimizada na monetização do seu post, pode correr atrás de mostrar melhor seus Feeds RSS, por exemplo, colocando atrativos ao longo do texto, no seu início ou no seu fim. Efetue esta ideia principalmente se você consegue atrair uma boa porcentagem de novos Visitantes para seu texto, pois estes são os que, geralmente, convertem melhor em novos assinantes.

9 – Links dentro do Artigo
Uma boa técnica para melhorar um post antigo é diminuir a Taxa de Rejeição que ele mantém, principalmente se ela for muito alta. Para fazer essa tarefa, simplesmente vá "pingando" alguns linkzinhos apontando para outros textos seus, dentro desse próprio post. Uma Taxa de Rejeição muito alta pode ser ditada principalmente pela falta de links internos e grande número de links externos (não só dentro dos seus posts, mas também em outra parte do seu blog, como em sua barra lateral, por exemplo).

Tente sempre manter um número maior de links internos do que externos em seu blog e nos seus posts antigos e você certamente terá uma Taxa de Rejeição não muito alta, além de manter um maior número de páginas lidas por visita e maior tempo de permanência dos visitantes no blog.

10 – Organizar informações
Ao longo do tempo, também costumamos organizar as informações dentro dos nossos posts de uma forma diferente. Aqui no blog, se você seguir uma lista de dicas antiga, ela está em formato enumerado à mão e com os pontos principais em negrito.

Por isso, uma boa dica é a de organizar melhor as informações nos textos antigos a fim de mantê-los os mais otimizados possível tanto quanto ao SEO utilizando Header Tags, por exemplo, à qualidade de leitura e de navegação dos leitores.

11 – Anote as mudanças e analise os resultados
Depois de todas essas mudanças, você pode fazer uma "brincadeira" interessante e que sempre prático em minha rotina, principalmente para ver alguns bons resultados e empolgar-me com o trabalho de escrita e blogagem diário: pegue papel e caneta (ou abra um novo documento do Word) e anote algumas informações atuais sobre o seu texto que será melhorado, como volume de tráfego, número de comentários, ganhos com monetização. Depois de aproximadamente uma semana, volte às mesmas informações sobre o post que foi melhorado e veja como ele se saiu neste trabalho. Geralmente, você ganha muita coisa se fizer uma otimização pesada.

Isto também pode lhe ajudar a testar quais os modelos de escrita e/ou atribuição de informações que mais "rendem" (segundo diversos aspectos) dentro do seu blog.

Finalizando, posso dizer que com estas dicas o blog cresce e se mantem saudável ao longo do tempo, mesmo que eu otimize pesadamente poucos posts. Siga as ideias apresentadas aqui sempre que puder e veja como as diferenças realmente surgem!

Fonte:Startup101

Artigos relacionados

Fanpages: o que o profissional de Marketing deve saber sobre elas

A quantidade de páginas de marcas no Facebook triplicou em um ano e a corrida agora é pelas ações mais atraentes Na busca ...

Descubra a popularidade dos seus Tweets com o Backtweets

Backtweets (http://backtweets.com/)é uma ferramenta muito simples e interessante para Twitter, que serve para descobrir quem...

Planners e criativos devem trabalhar juntos

O planner que acredita que a campanha vai ao ar graças ao seu trabalho está na hora de rever os seus conceitos em termos da c...
 

Imagine Comunicação Digital

Av. Treze de Maio, 1116, Sala 1901, Fátima | CEP: 60040-530 | Fortaleza - CE - ver no mapa | Google+

Telefone: +55 (85) 3032-9525 | Email: atendimento@imagineseusite.com.br | Siga nas redes:

© Imagine Comunicação Digital