Como aparecer no Google sem ter site? Use o Google Places

Quer aparecer no Google mas não sabe como fazer? Comece pelo Google Places, diretório para empresas que queiram ser evidenciadas quando as buscas se referem a uma localidade específica. Para aparecer na Internet as empresas não precisam de um site, basta seguir as instruções da página do Google Places

Quem pode e deve?

Hotéis, bares, restaurantes e toda a cadeia associada podem contar com um fluxo de turistas ávidos por consumir durante a realização dos Jogos Olímpicos e da Copa do Mundo de Futebol. É natural que, assim como fazem em casa, os visitantes recorram à internet na hora de encontrar um local, seja para comer, descansar ou para prolongar as noites. Boa parte dessas buscas serão feitas usando smartphones com acesso às redes 3G, 4G (quando estiver funcional no Brasil) e WiFi.

O especialista

» Curta a página da Imagine no Facebook

Empresários que queiram participar dessa movimentação na economia não precisam, ainda, ter um site e o processo de cadastramento é algo descomplicado, explica o CEO da agência de Marekting Seleto Marketing, Alberto André. “Basta fazer o cadastro no Google Places, no qual o único requisito básico é um telefone do local de cadastro”, explica o organizador do evento de search UAISEO, que ocorreu em Belo Horizonte, entre os dias 25 e 26 de setembro e reuniu profissionais de SEO e de links patrocinados, além de webdesigners e outras pessoas interessadas em otimizar o potencial econômico da web.

Não é especulação. Várias notícias dão conta diariamente da crescente participação de smartphones nas buscas. iPhones, Milestones, iPads e outros gadgets vão invadir o Brasil nessa época, e quem tiver um site desenvolvido para atender esse público poderá rir mais no final. “Com certeza, criar páginas com versões para smartphone será um grande diferencial para todos que querem uma fatia do bolo chamado local search”, enfatiza André.

Pesquise!

Pense que as buscas serão realizadas por pessoas que não falam português. Os resultados para busca local ignorando a acentuação e escrevendo determinadas palavras em inglês, traz resultados distintos. Procurar por “Restaurant sao paulo”, no Google.com.br, por exemplo, traz resultados distintos dos apresentados em uma busca por “Restaurante São Paulo”, no mesmo canal de buscas.

E o Bing?

O manda chuva das buscas locais continua mesmo sendo o Google. O Bing, buscador da Microsoft em fase beta no Brasil, apesar de boa participação na web norte-americana, ainda não introduziu os recursos na busca local brasileira. Ao profissional de search Alberto André só resta esperar “Espero que chegue no Brasil logo para ver se vai fazer o sucesso que está fazendo lá fora”, diz. Quando menciona sucesso, Alberto faz referência a canais segmentados de busca do Bing como o Bing Travel, onde o internauta pode programar uma viagem inteira, até os mínimos detalhes.

Prós

Uma vantagem embutida em pesquisas locais é a relativa confiança que o internauta pode ter sobre as informações a respeito da qualidade do atendimento , dos serviços e outros aspectos do local. Diferente de um website, em que a empresa declara o que achar melhor e cabe ao visitante descobrir se a oferta e a qualidade são reais, os resultados locais costumam apresentar um link que apresenta comentários de consumidores. Sobre isso, André comenta “Acho que com o Local Search crescendo no Brasil o sistema de reviews (comentários) ficará mais funcional… “, avisa, “…isso pode causar um grande problema para empresas da cadeia associada ao turismos pois qualquer erro ou problema que alguém passar em um local com certeza será incorporado à página daquele local e assim muitos problemas virão à tona na hora de escolher para onde ir”.

Outras cinco considerações antes de investir em buscas locais:

1. Otimize o conteúdo do site, se for ter um, para idiomas estrangeiros. O Google é bom em entender grafias estrangeiras, mas vale a penas facilitar a compreeensão por parte de quem vai enfiar a mão no bolso.

2. Se estiver contratando um empresa para fazer o SEO de seu site, aproveite e inclua no contrato a otimização para buscas locais. Assim, no pacote, fica mais em conta que contratar esse serviço de forma isolada.

3. Declare preços em Reais e informe o equivalente em dólares

4. Faça uma pesquisa na internet pelo seu empreendimento. Padronize os logradouros (R., Rua, Av., Avenida etc) para evitar informações desencontradas. Se, para nós, Av. é, por óbvio, Avenida, ainda não podemos dizer o mesmo do buscador.

5. Fuja de profissionais que prometerem primeiro lugar em pesquisas.Topo do Google é resultado de trabalho e de relevância. "Black Hat", técnicas desonestas, existem para tudo hoje em dia, em local search o que mais acontece são empresas fazendo múltiplos cadastros, cada um com uma palavra chave diferente para aparecer bem em todas as suas palavras, como um advogado cadastrar um local para cada área que ele atende. O que mais ocorre de punição para esse tipo de trapaça é ser excluído das listagens com todas as páginas sobre sua empresa”, adverte Alberto André.

Fonte: IDGNow

Artigos relacionados

Como posicionar sua empresa no Google+ Local

Muitas vezes me perguntam: Como minha empresa pode aparecer nos resultados do Google + Local para determinadas pesquisas? ...

8 passos para montar seu time vencedor no marketing digital

Retorno com marketing digital, seja ele traduzido em novos contatos de negócios, vendas diretas ou fortalecimento da marca, n...

A presença das mídias sociais nas empresas, na comunicação e na relação com as marcas

A popularização das redes sociais impactou de forma radical a mídia, a comunicação nas empresas e a relação das marcas com se...
 

Imagine Comunicação Digital

Av. Treze de Maio, 1116, Sala 1901, Fátima | CEP: 60040-530 | Fortaleza - CE - ver no mapa | Google+

Telefone: +55 (85) 3032-9525 | Email: atendimento@imagineseusite.com.br | Siga nas redes:

© Imagine Comunicação Digital